Direitos Humanos

CONTACTOS

Sede do Observatório Internacional de Direitos Humanos (OIDH), encontra-se sediada em Portugal:

- Até à sua instalação em Lisboa, que se tornará definitiva, mantém-se provisoriamente, em conjunto, com o Núcleo de Direitos Humanos e Educação do OIDH, instalado no Departamento de Química da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra – Portugal.

Qualquer contacto que se pretenda estabelecer com o Observatório Internacional de Direitos Humanos (OIDH), numa primeira fase, apenas poderá ser através do seguinte endereço eletrónico:

direitosuniversais@gmail.com

Após o OIDH receber qualquer comunicação através deste meio, logo que lhe seja possível, entrará em contacto.

A Direcção do OIDH

Dr. Luís Eduardo Afonso Andrade (Presidente)

Dr.ª Ana Rita Lopes Andrade (Vice-Presidente)

Eng. José António Araújo Neves Carvalho (Coordenador)

Observatório Internacional de Direitos Humanos (OIDH) – Marca Registada no Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI)

INPI

http://www.direitos-humanos.com/wp-content/uploads/2011/05/INPI.jpg

O INPI assume a forma de Instituto Público Autónomo, dotado de personalidade Jurídica com autonomia administrativa, financeira e património próprio, executando a sua actividade sob a superintendência e tutela do Ministro da Justiça, no que se refere à definição das políticas específicas da propriedade industrial bem como do acompanhamento da sua execução. (Decreto-Lei nº 206/2006, de 27 de Outubro).

Os documentos deste processo, encontram-se arquivados no Cartório Notarial da Notária Dra. Maria de Fátima Pereira Pessoa, sito na: Av. Fernão de Magalhães nº 136 – 2º “N” e “O” – 3000 -171, Coimbra.

 

Bandeira OIDH

A Bandeira do Observatório Internacional de Direitos Humanos foi criada pelos membros da direção do OIDH.

Simbologia da Bandeira do OIDH

a) As cores da Bandeira do Observatório Internacional de Direitos Humanos (OIDH) são: branco e azul.

b) A cor BRANCA representa a paz pela qual lutamos: simboliza pureza, calma, luz, perfeição, otimismo, inocência e verdade.

c) Sobre a cor branca está estampado o Logotipo do Observatório Internacional de Direitos Humanos (OIDH).

d) A cor AZUL representa a linha do horizonte fina e definida como o limite do nosso olhar, e a liberdade de poder sonhar na imensidão do mar: simboliza harmonia, tranquilidade, confiança, lealdade, fidelidade e altruísmo.

http://www.direitos-humanos.com/wp-content/uploads/2010/12/Logotipo-Branco.jpg

Este logótipo foi criado para o Observatório Internacional de Direitos Humanos (OIDH) pela Dr.ª Maria Fernanda Antunes, no âmbito do curso de Arte e Design da Escola Superior de Educação de Coimbra do Instituto Politécnico de Coimbra.

Memória descritiva do logosímbilo (OIDH)

“A imagem gráfica do OIDH, mostrou-se um desafio. Era necessário criar uma imagem que fosse visualmente atrativa mas ao mesmo tempo, distintiva e facilmente reconhecível.

Inicialmente procurou-se encontrar conceitos que estivessem ligados ao OIDH, de forma a encontrar elementos gráficos que deveriam estar representados no símbolo.

O símbolo assenta assim em quarto grandes conceitos ligados ao Observatório Internacional de Direitos Humanos (OIDH).

O globo em representação do mundo, dos diversos países e das diversas culturas, dando resposta ao conceito de internacionalização.

A visão humana que remete ao ato de ver/observar, representado pela composição do globo (que faz de íris), do telescópio (que recorta a forma do olho) e da pomba.

O telescópio (a cinza), que representa a visão aproximada e pormenorizada dos acontecimentos do mundo, em relação aos direitos humanos.

A pomba, colocada estrategicamente para representar a intenção do olhar. A pomba é também reconhecida simbolicamente como esperança humana de paz.

Assim, o símbolo gráfico representa um olhar pacificador, protetor e de igualdade sobre os homens e o mundo.

A escolha tipográfica foi criteriosa, procurando que esta fosse o mais limpa possível e de fácil legibilidade, de forma a enquadrar-se harmoniosamente com a linguagem gráfica do símbolo.

Na composição da logomarca optou-se por colocar lettering alinhado à esquerda, ocupando 3 linhas, devido à necessidade de conter a sigla OIDH, e a sua designação, criando assim um maior equilíbrio entre os elementos e não absorvendo o interesse visual do símbolo.” – Por Dr.ª Maria Fernanda Antunes

Direitos Humanos