Direitos Humanos

INTERNACIONAL

Conferência na Assembleia da República sobre Refugiados e Migrações

Assembleia

Conferência refugiados

Refugiados

No dia 31 de Janeiro de 2017, pelas 14:30, realizou-se na Assembleia da República de Portugal, uma conferência em que a temática incidiu sobre Refugiados e Migrações: A prevenção de conflitos e as soluções duradouras.

Esta conferência foi organizada pela Subcomissão para a Igualdade e Não Discriminação da Comissão de Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdades e Garantias da Assembleia da República de Portugal.

A sessão de abertura esteve a cargo do Presidente da Assembleia da República e teve como convidado de honra o antigo Presidente da República de Portugal Jorge Sampaio, na qualidade de Presidente da Plataforma Global de Apoio a Estudantes Sírios.

Esta conferência contou com a intervenção de representantes de entidades que acompanham a evolução destes fenómenos, entre outras, assim como, de ilustres professores universitários.

Estiveram presentes convidados que representam prestigiadas entidades dos mais variados setores da sociedade. Além dos Órgãos da Assembleia da República, muitas outras entidades do Estado Português também marcaram presença.

O Observatório Internacional de Direitos Humanos (OIDH) esteve representado pelo seu Presidente, Dr. Luís Andrade.

Os assuntos abordados nesta conferência, tendo em consideração a temática apresentada, revelaram-se de grande relevância para a Humanidade.

Dia Internacional dos Direitos Humanos

didh20161
didh20162

De Portugal para os Cinco Continentes

Síntese das comemorações do Dia Internacional dos Direitos Humanos.

O Observatório Internacional de Direitos Humanos (OIDH) assinala o Dia Internacional dos Direitos Humanos, através de várias iniciativas.

Honrando o dia em que a Assembleia Geral das Nações Unidas proclamou, em 1948, a Declaração Universal dos Direitos Humanos, da Assembleia da República de Portugal, é proferida uma mensagem para todos os países do mundo.

Diretamente de Moçambique, a Associação Kulinji, uma Associação Moçambicana de Promoção e Proteção dos Direitos Humanos, faz chegar a gravação da mensagem do OIDH, aos líderes mundiais e aos que têm responsabilidades e um papel importante na vida em sociedade.

A Escola Secundária do Pinhal Novo em Palmela – Portugal, elegeu esta data para a realização de uma cerimónia oficial que visa a constituição e a apresentação do Núcleo de Direitos Humanos ao Serviço da Humanidade do OIDH. Esta cerimónia conta com a presença de ilustres entidades defensoras dos Direitos Humanos.

Este Núcleo, sediado na Escola Secundária do Pinhal Novo em Palmela – Portugal, passa a partir do dia (10 de Dezembro de 2016) a ser um arauto da Paz.

O OIDH, expressa publicamente os seguintes agradecimentos:

- Assembleia da República de Portugal

- Coro da Assembleia da República de Portugal

- Coro Alma de Coimbra

- Núcleo de Direitos Humanos e Cidadania Ativa do OIDH

- Núcleo de Direitos Humanos e Educação do OIDH – Universidade de Coimbra

- Núcleo de Saúde do OIDH – Centro Hospitalar de São João – Porto

- Núcleo de Direitos Humanos ao Serviço da Humanidade do OIDH – Escola Secundária do Pinhal Novo – Palmela

- Associação Kulinji, uma Associação Moçambicana de Promoção e proteção dos Direitos Humanos

- Agrupamento de Escolas Rainha Santa Isabel – Coimbra

- Agrupamento de Escolas António Alves Amorim – Lourosa

- Agrupamento de Escolas de Condeixa-A-Nova

- Escola Básica e Secundária – Quinta das Flores – Coimbra

- Agrupamento de Escolas de Albergaria-A-Velha

Este agradecimento é extensivo a todos os outros colaboradores que, de uma forma direta ou indireta, deram o seu prestimoso contributo, especialmente os jovens que proferiram a mensagem que foi dirigida a toda a Humanidade e, aos seus familiares que os apoiaram incondicionalmente.

Veja aqui na gravação as mensagens que foram proferidas para todos os países do mundo:

didh3

didh4

didh5

didh6

didh7

didh8

Relação dos nomes dos membros do Coro da Assembleia da República que participaram na gravação do Dia Internacional dos Direitos Humanos:

– Afonso Granjo – maestro

– Ana Luísa Cordeiro

– Anabela Cunha

– Cíntia Águas

– Maria Assunção Silva

– Maria José Managil

– Lurdes Migueis

– Maria da Glória Jesus

– Paula Crespo

– Raquel Franco Reis

– Teresa Belmonte Travassos

– Clara Marques

– Susana Oliveira

– Maria do Rosário Tavares

– José António Franco

– Nuno Santos e Silva

– Rui Tomás

Registamos igualmente a relação que contém 60 Entidades e Organizações de todo o mundo a quem lhes foi proporcionado visualizarem a gravação, através da Associação Kulinji, uma Associação Moçambicana de Promoção e proteção dos Direitos Humanos.

Entidades de acesso direto à visualização da iniciativa:

EMBAIXADAS EM MOÇAMBIQUE

1-EMBAIXADA DE ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA;

2-CONSULADO DE REINO UNIDOS GRÂ-BRETENHA DO NORTE;

3-EMBAIXADA DE ANGOLA;

4-CONSULADO DE PORTUGAL;

5-EMBAIXADA DE ARABIA;

6-CONSULADO DE ÁUSTRIA;

7-CONSULADO DE BELGIUM;

8-EMBAIXADA DE BRASIL;

9-EMBAIXADA DE CHINA;

10-EMBAIXADA DE CUBA;

11-CONSULADO DE CHIPRE;

12-CONSULADO DE CHINA;

13-EMBAIXADA DE DINAMARCA;

14-EMBAIXADA DE FILÁNDIA;

15-EMBAIXADA DE FRANÇA;

16-EMBAIXADA DE ALEMANHA;

17-CONSULADO DE GRECIA;

18-EMBAIXADA DE GRONELÂNDIA;

19-EMBAIXADA DE ISLÂNDIA;

20-CONSULADO DE INDIA;

21-EMBAIXADA DE ITALIA;

22-EMBAIXADA DE MALAWI;

23-CONSULADO DE MAÚRÍCIA;

24-EMBAIXADA DE PAÍSES BAIXOS (HOLANDA) EM MAPUTO;

25-EMBAIXADA DE RUSSIA;

26-CONSULADO DE SEYCHELLES;

27-CONSULADO DE ESLOVÁQUIA;

28-EMBAIXADA DE ESPANHA;

29-EMBAIXADA DE SUÉCIA;

30-EMBAIXADA DE TANZÂNIA;

31-EMBAIXADA DE SAARA;

32-CONSULADO DE PAÍSES BAIXOS (HOLANDA) EM NAMPULA;

33-CONSULADO DE PAÍSES BAIXOS NA BEIRA;

 

ORGANIZAÇÕES INTERNACIONAIS.

34-ACNUR

(Álto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados)

35-BANCO MUNDIAL;

36-CEPAL

(Comissão Económica das Nações para a America Latina)

37-IPC-IG

(Centro Internacional de Políticas para o Crescimento Inclusiva)

38-ONU-Organização das Nações Unidas

39-(NED-Nation Endowment for the Democracy)

40-FAO-(Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura)

41-OIT-

(Organização Internacional do Trabalhador)

42-ONU-HABITAT

(Programa para o Assentamento Humano)

43-ONU MULHERES-

(Entidade das Nações Unidas para a igualdade de Genero e o Empoderamento das Mulheres)

44-OMS-

(Organização Mundial de Saúde)

45-PNUD

(Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento)

46-OEA

(Organização dos Astados Americanos)

47-ROB

(REDE DE ORGANIZAÇÕES NO BRASIL)

48-FMI

(Fundo Monitário International)

49-UNESCO

(Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura)

50-UNICEF

 (Organização das Nações Unidas para a Infância)

51-UNAIDS

(Organização das Nações Unidas de Combate ao HIV/SIDA)

52-CESC

(Centro de Aprendizagm e Capacitação da Sociedade Civil)

53-UNFPA

(Fundo das Nações Unidas para a População)

54-UNIC

(Universidade de Cuiabá)

55-UNV

(United Nations Volunteers)

56-UNIDO

(Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento Industrial)

57-IFAD

(Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola)

58-UNICRI

(United Nation Interr Region Crime and Justice)

59-UNGC

(United Nation Global Compact)

60-ACNUDH

(Nações Unidas de dos Direitos Humanos)

Honra ao Mérito

Referência elogiosa no âmbito dos Direitos Humanos

honra-ao-merito

O Observatório Internacional de Direitos Humanos (OIDH), altamente sensibilizado e de forma extraordinariamente sentida, agradece aos médicos abaixo identificados, o seu incondicional empenho e a sua enorme dedicação que foi evidenciada em termos profissionais e humanos, quando tiveram que intervir num determinado contexto.

O OIDH reconhece a estes profissionais um elevado grau de profissionalismo, imbuído nos mais altos valores humanistas.

Consequência do sucesso da ação verificada fica registada uma marca indelével no OIDH.

O Observatório Internacional de Direitos Humanos regista com profundo apreço, o presente reconhecimento que está sustentado no mais puro grau de consciência individual e coletiva.

Identificação dos Médicos:

- Nuno Abecassis e sua Equipa Médica (Instituto Português de Oncologia, IPO – Lisboa – Portugal).

- Diogo Cabrita e sua Equipa Médica (Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, CHUC – Coimbra, Hospital dos Covões – Portugal.

- Mariela Marques e sua Equipa de Colaboradores (Instituto Português de Oncologia, IPO – Coimbra – Portugal).

- Joaquim Ferreira e sua Equipa Médica (Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, CHUC – Coimbra, Hospital dos Covões – Portugal.

- Marisol Sousa e sua Equipa de Colaboradores (Centro de Saúde Militar em Coimbra – Portugal).

- Mª. Teresa Tomé e sua Equipa de Colaboradores (Unidade de Saúde Familiar (USF) CelaSaúde em Coimbra – Portugal).

Celebração do Dia Mundial do Refugiado – 2016

 

Introdução e Síntese do Acontecimento

 

Em todo o Mundo, o Dia Mundial do Refugiado é celebrado a 20 de Junho.

O Observatório Internacional de Direitos Humanos (OIDH), com o propósito de assinalar este dia, organizou em Portugal, através de uma ação coletiva, uma iniciativa invulgar, destinada a todos os países do Globo.

Esta iniciativa deu origem a uma gravação/vídeo, colocado expressamente nesta “janela aberta ao mundo” do OIDH e acessível a todos os cidadãos do mundo.

Um vasto conjunto de Universidades pertencentes aos cinco continentes fazem parte das entidades internacionais que se associaram, além de um leque muito diversificado de outras ilustres personalidades mundiais que manifestaram igualmente a sua total solidariedade com o presente ato.

Com o propósito de sensibilizar toda a Humanidade e para assinalar este dia, cinco crianças, cada uma delas representando um continente, proferiram uma extraordinária mensagem de enorme simbolismo com relação intrínseca com os Direitos Humanos, difundida para todo o universo.

O Observatório Internacional de Direitos Humanos (OIDH) agradece a todas as entidades que colaboraram diretamente na realização deste acontecimento, nomeadamente:

- Núcleo de Direitos Humanos e Educação do Observatório Internacional de Direitos Humanos (OIDH) (criado na Universidade de Coimbra)

- Biblioteca Geral da Universidade de Coimbra

- Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra

- Estudantina Universitária de Coimbra

- Rádio Miúdos

- Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro

 

Pode visualizar a gravação do conteúdo do acontecimento aqui:


Síntese do Registo Fotográfico

DSC_8121

 Interior da Biblioteca Joanina da Universidade de Coimbra – Portugal. Espaço onde decorreu a intervenção que deu início à abertura do evento. A apresentação esteve a cargo do presidente do OIDH, Dr. Luís Andrade.

 

DSC_8119 (Copiar)

O local nobre da Biblioteca Joanina da Universidade de Coimbra foi o espaço escolhido para a abertura da iniciativa.

 

DSC_0747 (Copiar)

Fernando Pereira Meireles, com apenas 9 anos de idade, quis associar-se ao Dia Mundial do Refugiado. Como um verdadeiro artista a tocar piano, os seus dotes já são reconhecidos internacionalmente.

 

DSC_0749 (Copiar) (Copiar)

As Escadas Monumentais da Universidade de Coimbra foi o local onde decorreu a peça musical apresentada por Fernando Meireles.

 

DSC_0766a (Copiar)

Estudantina Universitária de Coimbra em plena atuação, apresentando a emblemática melodia “À Meia-Noite ao Luar”.

 

DSC_0771 (Copiar)

As Escadas da Sé Velha de Coimbra foi o local onde decorreu a atuação da Estudantina Universitária de Coimbra. Um espaço considerado emblemático para o meio académica de Coimbra.

 

DSC_0797a (Copiar)

Grupo da Estudantina Universitária de Coimbra

 

DSC_8136a

A Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra foi o espaço onde decorreu o discurso de encerramento que esteve a cargo do Presidente do OIDH Dr. Luís Andrade.

 

 

9

Estudantina Universitária de Coimbra

Participantes na melodia: À Meia-Noite ao Luar

 Daniel Fernandes

Gonçalo Oliveira

Emanuel Nogueira

Sérgio Pereira

Carlos Pinho

Bruce Carrulo

Daniel Monteiro ´

Mauro Silva

Carlos Santos

Michael Esteves

Cláudio Costa

Bruno Sacramento

Francisco Cruz

Miguel Luís

Pedro Nolasco

Daniel Martins

João Ferreira

Tiago Rocha

Daniel Silva

João Vicente

 

 

10

 Participantes da radiomiudos.pt

Mensagem dirigida a toda a Humanidade, a cargo de:

Pedro

Leonor

Marta

Eduardo

Gonçalo

 

 

11

Participante de Violino

 Fernando Pereira Meireles

Dia Internacional da Solidariedade Humana

 

Introdução e Síntese do Acontecimento

No Dia Internacional da Solidariedade Humana, dia 20 de Dezembro de 2015, os Líderes Mundiais são presenteados com uma iniciativa original.

Este dia é assinalado em Portugal através de uma ação coletiva que deu origem a uma gravação que chega aos Chefes de Estado dos seus países, ao Secretário-Geral das Nações Unidas e ao Presidente da Comissão Europeia.

Para possibilitar às referidas entidades o acesso a essa gravação, foi solicitada a colaboração de entidades oficiais, nomeadamente: Embaixadas, Consulados, entre outras, a quem se agradece a colaboração.

Sublinha-se que o vasto e diversificado leque de intervenientes diretos neste processo é transversal a todas as gerações, vai desde o envolvimento de uma criança de apenas três anos de idade, até à participação de uma octogenária.

Solidarizaram-se com a presente iniciativa, diversificadas entidades nacionais e internacionais onde se inclui uma panóplia de Universidades pertencentes a países de todos os continentes.

A Direção Geral dos Estabelecimentos Escolares também se solidarizou através do enviou de uma mensagem sobre a Paz no Mundo a todos os seus Estabelecimentos de Ensino, proporcionando a visualização da gravação da iniciativa, a cerca de três milhões de alunos.

A Humanidade passou igualmente a ter acesso a todas as imagens deste acontecimento, através do registo da gravação disponibilizada neste espaço que é de acesso livre a todos os cidadãos.

O Orfeon Académico de Coimbra, considerado o coro mais antigo de Portugal em atividade e um dos mais antigos da Europa, com 135 anos de existência, tem a gentileza de obsequiar todos os cidadãos, sem exceção, com alguns dos mais belos e emblemáticos trechos musicais, muito apreciados em diferentes lugares do mundo.

Pode visualizar o video aqui:

 

Registo Fotográfico dos Lançamentos de Pombas:

Pombas (2)
Pombas (3)
Pombas (4)
Pombas (5)
Pombas (6)
Pombas (7)

Pombas (1)

 

Registo Fotográfico do Orfeon Académico:

Orfeon (1)
Orfeon (2)
Orfeon (3)
Orfeon (4)
Orfeon (5)
Orfeon (6)
Orfeon (7)
Orfeon (8)
Orfeon (9)
Orfeon (10)
Orfeon (11)
Orfeon (12)
Orfeon (13)
Orfeon (14)

 

ORFEON

1880

Orfeon Académico de Coimbra

 

Participantes na Gravação

Maestro

Artur Pinho Maria

Guitarristas

Ni Ferreirinha (Guitarra Acústica)

Paulo Alexandre Almeida (Guitarra de Coimbra)

Solista

Nuno Correia Silva

Orfeonistas

Filipa Santos

Maria Inês Morgado

Catarina Luís

Maria José Dias

Joana Silva Carreira

Ana Manuela Silva

Carolina Costa

Mariana Meneses

Luísa Urbano

Afonso Loureiro

Nuno Candeias

André Leite

Ricardo Rodrigues

Ricardo Brás

Ana Sofia Vilarinho

Joana Pinto

Mafalda Laranjeiro

Susana Sá

Filipa Freitas

Sara Minhoto

Bernardo Alves

Gonçalo Ribeiro

Pedro Ferreira

Nuno Morais

José Paulo Gonçalves

Gonçalo Pedrosa

João Marta

Henrique Torres

Direitos Humanos