Direitos Humanos

  • O OIDH destaca-se no mundo: por ser livre, independente, autónomo, sem qualquer conotação política, religiosa, ou outra, engloba todos os setores sociais, não faz distinção de raça ou cor da pele, e defende incessantemente os princípios consagrados na Declaração Universal dos Direitos do Homem. Características extraordinariamente relevantes e pouco comuns na atual sociedade global.

  • PÁGINAS

  • NÚCLEO DE SAÚDE DO OIDH

    O Núcleo de Saúde do Observatório Internacional de Direitos Humanos (OIDH) encontra-se instalado no Centro Hospitalar de São João (CHSJ) na cidade do Porto - Portugal.
    Veja aqui.

    Saúde
  • PREÂMBULO – ESTATUTOS

    Preâmbulo aos Estatutos do
    OBSERVATÓRIO INTERNACIONAL DE DIREITOS HUMANOS (OIDH)
    Servir a Humanidade


    Com o objetivo primordial de promover a Paz no Mundo e o bem comum da Humanidade, no âmbito da cidadania global, é criado o Observatório Internacional de Direitos Humanos (OIDH).
    Numa perspetiva transgeracional assente na cidadania ativa e na solidariedade humana, com a presente matriz metodológica, procura-se contribuir para um mundo melhor, trabalhar em prol de todos os que compõem a vida em sociedade tendo em consideração os mais desfavorecidos.
    Através deste exercício de cidadania e participação cívica, faz-se a transposição destes valores para um contexto que visa promover a Paz no Mundo e, de uma forma geral, procura o bem comum da Humanidade.
    Consubstanciado nas virtudes desta participação cívica, considerada uma fonte de honra e respeito, promove-se um maior grau de consciência e práticas de cidadania no que concerne à resolução dos problemas que afetam a Humanidade.
    O OIDH, de amplitude mundial, com o lema “Servir a Humanidade”, dá particular atenção aos maiores e mais persistentes ao longo da História da Humanidade flagelos sociais, com especial enfoque na extrema pobreza, na fome e desnutrição, que atingem milhões de seres humanos em todo o mundo.
    Considerando que o princípio da dignidade da pessoa humana é um valor inalienável, os Estatutos do OIDH assentam nessa premissa fundamental.
    Os Estatutos do OIDH podem ser lidos AQUI.

    Editorial Inicial
  • NOTA MUITO IMPORTANTE

    O Observatório Internacional de Direitos Humanos (OIDH) tem características muito próprias e singulares em todo o Planeta, tais como:
    1. O OIDH promove a Paz no Mundo e contribui para o bem comum da Humanidade, através da sua estrutura que é formada exclusivamente por voluntários convictos, que se regem pelos mais altos valores morais, éticos e de cidadania.
    2. O OIDH faz questão de tonar pública a seguinte informação: as ajudas de toda a espécie, que são provenientes, quer de entidades, quer em nome individual e que revertem a favor dos mais necessitados, não passam pelo OIDH. Todas essas dádivas são entregues aos seus destinatários, diretamente, por aqueles que voluntariaram se disponibilizaram em ajudar o próximo, num ato de notável solidariedade, um gesto considerado de grande nobreza.
    3. O OIDH para promover a Paz no Mundo, utiliza as mais diversas formas, onde se inclui, a sensibilização dos Líderes Mundiais.
    4. Todas as entidades e personalidades que se associam ao OIDH são consideradas paladinos dos Direitos Humanos e são um exemplo de bem, aos olhos da sociedade.
    5. Apraz-nos aqui registar, com muita satisfação, o seguinte: muitas personalidades do mundo, de elevada credibilidade, reconhecem o OIDH, pelas suas características ímpares, já bem conhecidas do público, o que permite que desenvolva toda a sua ação, com naturalidade, tranquilidade, simplicidade, independência e isenção.

  • NELSON MANDELA É ELEITO COMO FIGURA INSPIRADORA DO OIDH

    O movimento cívico mundial que trabalha em prol da erradicação da fome e da extrema pobreza no mundo elegeu como fonte inspiradora para o seu trabalho Nelson Mandela. Este líder universal foi “um ícone que deixou uma marca indelével” que marcou o século XX. Um dia disse: a pobreza não é algo natural, mas sim gerada pelo ser humano, podendo ser vencida e erradicada pelas ações dos seres humanos.
    Guiados por este símbolo mundial de coragem, de vontade, de paz e justiça, o nosso trabalho que está a ser desenvolvido à escala mundial, já resultou na entrega de vários cheques e de toneladas de bens alimentares, que visaram inúmeras famílias carenciadas, devidamente referenciadas em situação de vulnerabilidade social decorrente da pobreza, e instituições que têm como essência apoiar os que mais precisam, os mais vulneráveis da sociedade. São gestos desta natureza que contribuem para que todos os seres humanos do mundo tenham direito aos mais elementares Princípios da Dignidade da Pessoa Humana.
    Na sequência da eleição de Nelson Mandela como nosso “guia” para o Bem comum, foi-lhe prestada uma merecida homenagem.
    A cerimónia que visou homenagear esta personalidade classificada pelo “mundo” como um “Homem ímpar, uma grande luz, um gigante carismático, um campeão pela dignidade humana e pela liberdade, um profeta e arquiteto da paz, um gigante entre os homens”, teve a honra de contar com a presença de uma invulgar moldura humana composta por ilustres individualidades e entidades pertencentes a países dos cinco continentes. Para ver esta homenagem entre AQUI.

  • Com o objetivo de obter a Paz no Mundo e auxiliar os mais carenciados, a linha Editorial do OIDH, tem como princípio, apoiar entre outras, as seguintes entidades mundiais:
    - UNESCO
    - ALTO COMISSARIADO DAS NAÇÕES UNIDAS PARA OS REFUGIADOS
    - UNICEF
    - PROGRAMA ALIMENTAR MUNDIAL

    Unesco UNHCR ACNUR Unicef WFP PMA
  • JÁ ESTAMOS A CONTRIBUIR PARA O PAM DAS NAÇÕES UNIDAS.


    ESTE ÓRGÃO DA ONU AGRADECE E RECONHECE O NOSSO TRABALHO.


    Leia algumas das várias mensagens de agradecimento e de reconhecimento que recebemos do PAM pelo auxílio que estamos a prestar a esta nobre Agência Humanitária. As mensagens do PAM exortam-nos ainda para continuarmos a salvar vidas nos locais mais críticos do mundo.


    Para ler as mensagens, veja aqui

  • NOVAS CERIMÓNIAS

  • NOVIDADES RECENTES

  • CERIMÓNIAS

    No dia 7 de Abril de 2016, na Sala do Senado da Assembleia da República de Portugal - Palácio de S. Bento, realizou-se uma cerimónia que visou comemorar o Dia Mundial da Saúde.
    A cerimónia deste ano, dedicada à diabetes, contou com a presença do Comissário Europeu para a Saúde e Segurança Alimentar, Vytenis Andriukaitis e do Ministro da Saúde de Portugal, Adalberto Campos Fernandes, entre muitas outras personalidades.
    O Presidente do Observatório Internacional de Direitos Humanos (OIDH) esteve presente nesta cerimónia a convite da Comissão da Saúde da Assembleia da República.

    ar6

    Leia em CERIMÓNIAS


    No dia 9 de Março de 2016, a Mesquita Central de Lisboa foi o epicentro de um encontro inter-religioso presidido por Sua Excelência o Presidente da República de Portugal, Professor Doutor Marcelo Rebelo de Sousa. Este acontecimento de características inéditas e invulgares em Portugal e noutros lugares do mundo, visou a Paz e o bem comum da sociedade, princípios que estão intimamente ligados aos valores intrínsecos ao OIDH.
    O OIDH esteve presente neste acontecimento na qualidade de convidado, veja os registos dos pormenores que registou nesta “janela aberta ao mundo”.

    1 Primeira página

    Leia em CERIMÓNIAS


    Sua Santidade o Papa Francisco, profeta e arauto da paz e compreensão entre os povos, é homenageado no âmbito dos Direitos Humanos. Na sequência deste acontecimento, o Sumo Pontífice, retribui amavelmente o gesto.

    1

    Leia em CERIMÓNIAS


    No contexto dos Direitos Humanos, decorreu na Assembleia da República de Portugal, uma cerimónia, de âmbito mundial, com características inéditas. Associaram-se a este evento, as mais altas entidades nacionais e internacionais. Além da Presidência da República e da Assembleia da República, também, as mais altas instâncias pertencentes à Organização das Nações Unidas (ONU), se quiseram associar, nomeadamente: Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados, Organização Mundial do Turismo, entre muitas outras personalidades internacionais. Marcaram também presença neste ato, as mais representativas estruturas do Estado Português, onde se inclui; Defesa Nacional, Segurança Interna, Justiça, Saúde, Educação, entre outras. Além de se assinalar o Dia Mundial da Saúde, foi ainda apresentada nesta efeméride, uma ação conjunta, desenvolvida em todo o Território Continental, que visou auxiliar os mais carenciados. Envolveu largos milhares de alunos, professores e militares da Guarda Nacional Republicana. Este nobre acontecimento, considerado de enorme relevância para a Humanidade, foi enaltecido pelos altos Órgãos das Nações Unidas, merecendo ainda muitos outros rasgados elogios por parte de outras ilustres entidades nacionais e internacionais. Visualize toda a gravação do filme da cerimónia e ouça as impressionantes intervenções que sensibilizaram a sociedade. Ouça uma outra gravação que emite a voz de um “povo” que, numa perspetiva muito original, reconhece e agradece o trabalho que está a ser desenvolvido em prol dos mais vulneráveis.

    Leia em CERIMÓNIAS


    No contexto dos Direitos Humanos realizou-se à escala planetária uma ação com características inéditas. Este acontecimento real expandiu-se por Terra, Mar e Ar.
    O magnificente facto atual sucedeu em todos os lugares do mundo considerados de notável simbolismo para a Humanidade.
    Sua Santidade Papa Francisco, sensibilizado com esta sublime iniciativa, fez-nos chegar uma mensagem onde expressou o seu mais profundo agradecimento e reconhecimento.

    1

    Leia em CERIMÓNIAS


    No contexto dos Direitos Humanos, Nelson Mandela foi homenageado em Portugal pelo nosso “movimento”, numa cerimónia que se apresentou com características inéditas em todo o mundo. Este Homem que através do seu exemplo inspirou a Humanidade a alcançar um mundo melhor, ensinou-nos que a igualdade social é a única base para a felicidade humana, e exortou-nos para lutar sempre por sociedades livres e iguais.
    Veja todos os registos desta honrosa e extraordinária homenagem que foi incondicionalmente “abraçada” pela Embaixada da República da África do Sul em Portugal e “acarinhada” por ilustres personalidades de todo o Planeta.

    Assembleia da República

    Leia em CERIMÓNIAS


    No contexto dos Direitos Humanos e no decorrer de três cerimónias já realizadas na Assembleia da República, pelo segundo ano consecutivo, o Dia Mundial da Saúde foi celebrado mais uma vez neste Órgão do Estado Português. Nesta cerimónia, para além das personalidades da Assembleia da República, estiveram presentes dezenas de ilustres instituições de todo o país.

    Assembleia da República

    Leia em CERIMÓNIAS


    Em quatro das maiores comunidades religiosas do Globo, realizaram-se cerimónias em que, a intenção foi por todos os pobres do mundo.
    Depois do Cristianismo, foram quatro as comunidades religiosas mundiais “abraçar” a causa da erradicação da fome e da extrema pobreza em todo o planeta: Hinduísmo, Budismo, Islamismo e Judaísmo.
    Na sequência deste seguimento, foram ainda auxiliados os mais carenciados da sociedade, nomeadamente: instituições de solidariedade social de Portugal, assim como outros seres humanos que vivem na extrema pobreza nos lugares mais pobres do mundo. Estas cerimónias realizaram-se no contexto dos Direitos Humanos.

    Leia em CERIMÓNIAS


    O Dia Internacional para a Erradicação da Pobreza no Mundo, foi celebrado na Assembleia da República de Portugal. Contou com a presença de treze nobres instituições de Solidariedade Social de âmbito nacional e internacional. Todas estas entidades gozam de um enorme prestígio aos olhos da sociedade e são ainda uma referência para a Humanidade. Esta iniciativa com características inéditas realizou-se no contexto dos Direitos Humanos.

    Leia em CERIMÓNIAS


    O dia Mundial da Saúde foi celebrado na Assembleia da República de Portugal e noutros lugares do mundo, no contexto dos Direitos Humanos.

    Leia em CERIMÓNIAS

  • BANDEIRA DO OIDH
  • TRANSLATE TO

  • INFORMAÇÃO

    A página online denominada de AÇÕES recebe apenas os registos de iniciativas que são destinadas a essa página. Atualizaremos permanentemente nesta frase a data da última ação: 24 de Maio de 2016, para ver entre AQUI.

  • Orfeon (1)

    DIA MUNDIAL DO REFUGIADO - 2016
    O Dia Mundial do Refugiado é assinalado em Portugal.
    Cinco crianças representando os cinco continentes do Globo, proferiram uma mensagem com o objetivo de sensibilizar a Humanidade, repleta de enorme simbolismo.
    Uma vasta rede de Universidades internacionais, entre muitas outras entidades e, cidadãos em geral de todos os países do mundo, seguem uma original iniciativa que visou assinalar o Dia Mundial do Refugiado. Para ver o vídeo entre aqui. Orfeon (1)

    LIDERES MUNDIAIS OBSEQUIADOS
    Assinala-se o Dia Internacional da Solidariedade Humana, por intermédio de uma ação coletiva que visa presentear os Líderes Mundiais e toda a Humanidade, com uma iniciativa de características invulgares.
    Uma gravação chega a Chefes de Estado, Secretário-Geral da ONU e Presidente da Comissão Europeia, através de entidades oficiais.
    Associada a esta iniciativa, a DGEE envia uma mensagem a todos os seus Estabelecimentos Escolares, sobre a Paz no Mundo e envolve cerca de três milhões de alunos em Portugal.
    Informa-se que a gravação do filme inclui uma impressionante intervenção, carregada de grande simbolismo, proferida por uma criança de apenas três anos de idade.
    Todos os cidadãos do Mundo podem ver, entre aqui.

  • O DIA MUNDIAL DOS DIREITOS HUMANOS FOI COMEMORADO EM PORTUGAL

    Dia 9 de Dezembro em Coimbra – Centro Hospitalar Universitário de Coimbra
    Dia 10 de Dezembro em Lisboa – Parlamento Europeu Gabinete Português
    Uma Corrente de União pela Paz no Mundo teve o seu Epicentro em Portugal.

    DiaMDireitosHumanos (14)

    Veja tudo aqui.


    AS FORÇAS ARMADAS DE PORTUGAL APOIAM OS MAIS NECESSITADOS, OS MAIS VULNERÁVEIS DA SOCIEDADE.

    Num gesto de grande nobreza e elevado grau de altruísmo, os mais altos dignitários das Forças Armadas de Portugal, com muita honra e dignidade humana, responderam “presente” ao apelo do movimento cívico mundial dos Direitos Humanos que trabalha em prol da erradicação da fome e da extrema pobreza no mundo.
    As Forças Armadas prestaram um precioso e frutuoso contributo à sociedade no que concerne ao auxílio à erradicação da extrema pobreza em todo o planeta.
    A Instituição Militar, como espelho da Nação, passou a integrar um projeto de características únicas, associando-se a uma conceituada e vastíssima lista de entidades e personalidades detentoras de alto prestígio internacional, pertencentes a todos os países do mundo. Os desígnios desta sublime ação, em prol do bem comum, aos olhos da Humanidade, são considerados extraordinariamente meritórios, deixando bem vincada a constelação dos atributos intrínsecos à dignidade da pessoa humana.

    Visualize os registos desta cerimónia e todos os outros eventos que envolveram igualmente as Forças Armadas, um deles, com características inéditas em Portugal e no resto do Mundo.
    Um cheque que veio do espaço e que foi escoltado por uma equipa de operacionais dos Facões Negros da Escola de Tropas Paraquedistas do Exército, uma parte do valor do referido cheque, reverteu a favor de idosos portugueses, a outra parte, destinou-se a auxiliar seres humanos que vivem na extrema pobreza nos países mais pobres do mundo.
    Este evento presenciado por milhares de cidadãos de Portugal, e de outros lugares do Globo, mereceu os maiores encómios de muitas personalidades nacionais e internacionais, sendo ainda objeto de grande reconhecimento público por parte de muitos cidadãos que enalteceram a prestimosa colaboração das Forças Armadas.
    Para ver todos os registos e gravações dos filmes, entre aqui.


    EVENTOS RECENTES COM CARACTERÍSTICAS INÉDITAS EM PORTUGAL E NO RESTO DO MUNDO


    As mais Altas Personalidades do mundo ligadas às causas dos Direitos Humanos, pertencentes às duas maiores Organizações Mundiais (ONU e Parlamento Europeu) entre outras, estiveram solidárias com uma iniciativa realizada em Portugal. Este evento foi transmitido em direto para todos os continentes.


    Alta Comissária das Nações Unidas para os Direitos Humanos Navanethem Pillay

    Alto Comissário das Nações Unidas para os Refugiados António Guterres

    Presidente da Comissão de Direitos Humanos do Parlamento Europeu Barbara Lochbihler


    Para assinalar o Dia Internacional da Solidariedade Humana, os Direitos Humanos escolheram um Lar de Idosos do Interior de Portugal, onde existe gente simples e humilde, detentora de uma enorme sensibilidade para questões que se prendem com os princípios da dignidade da pessoa humana.
    Estas celebrações foram acompanhadas via online por utentes de lares da terceira idade de Portugal, pela comunidade portuguesa dispersa pelos cinco continentes e por cidadãos em geral “espalhados” por todos os lugares do mundo.

    Para ver e acompanhar os pormenores deste evento, entre aqui


    O EVENTO QUE SENSIBILIZOU O MUNDO
    ABOLIÇÃO DA ESCRAVATURA


    Ouça a gravação que contém impressionantes mensagens de ilustres entidades nacionais e internacionais. Estas mensagens foram dirigidas a toda a humanidade.
    Realizou-se em Portugal um evento à escala planetária sobre os direitos humanos.
    Personalidades internacionais e nacionais proferiram uma mensagem sobre os direitos humanos para todos os países do mundo.
    Com base em registos informáticos, foram 181 os países que acompanharam o programa via internet.


    Veja e ouça aqui a gravação das intervenções.

  • Novos Eventos

Direitos Humanos